sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Fada

Hoje,
Me sinto uma fada, perdida no mundo da Lua.
Meia, pouca, metade...
Perdida ida, indo, lendo...
Pensamentos.
Queria ser mesmo uma fada e ter a varinha de condão.
Acertar bem dentro do teu coração, e poder ver...
O que não me dá... o que insiste em esconder de mim.
Se não conseguir uma fada me tornar...
...eu desisto de te perseguir.
Vou embora e te deixo ir...
Pra onde quiser.
Sem mim... sem me deixar ser tua mulher!
Maldito, um nó me dá
-sempre que tento te acertar,
-é em vão que eu tento te explicar...
Que te amo.
Ninguém nunca, isso vai mudar.
Mas sei me virar, só, indo, vindo, lendo...
Só.

Josi...



Um comentário:

Gustavo Martinho disse...

olha só...adoro poesias...
tenho postado so isso no meu blog...

ficou muito legal a sua! mesmo!
lembra ate uma bruxa amiga minha...
legal o blog inteiro...vou dar mais uma vasculhada pra baixo...

boa sorte...